quinta-feira, 29 de setembro de 2011

mesma eunice.


.
Ensaios são feitos diante do espelho, frases prontas são montadas e falta pouco para o teatro acontecer. Todos já conhecem o roteiro, ele de inédito não tem nem o nome. Cada um tem o seu lugar, o seu papel e talvez alguma importância. Imprevistos podem até acontecer, mas só com os outros. Nessa peça, tudo é sempre do mesmo jeito - o fim, o recomeço e o meio. Os personagens que já estão se desbotando de tanto serem usados da mesma maneira, sempre do mesmo jeito, sempre nas mesmas posições. Apesar dos pesares, não se ouvia murmuração ou lamúrias, pelo contrário, todos se mostravam contentes e às vezes satisfeitos. Parecia que aquela peça velha-usada-e-remendada era a única coisa que eles possuíam, mas só parecia. Fato é que eles escolheram ficar, aceitaram a mesmice sem reclamar e fizeram daquele teatro um lar.

# um passado com novidades.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

ato cinquenta oito.

.
De repente bateu aquela vontade de mudar, não só a aparência/nome do blog, mas dentro de mim. Mais uma das minhas várias mutações acontecendo - quem conhece sabe. Começo achar que tudo que eu faço é errado, que preciso dar uma volta de 90º na vida, ficar de cabeça para baixo - pra vê se tudo que é desnecessário cai, me deixando com os bolsos livres. Eu sei, não foi tão de repente assim, porque tudo começa de um jeito pequeno/menor/insignificante e vai se tornando grande/maior/significativo. Nunca sei dizer quando é que essas coisas nascem, só me dou conta quando elas começam a ficar visíveis e palpáveis diante de mim. Tenho pra mim que elas estão sempre acontecendo, tipo agora, enquanto eu me preocupo com uma mudança, outra já tá nascendo em algum lugar dentro de mim, só esperando o momento oportuno de aparecer e fazer acontecer. Minha mãe diz que eu mudo muito rápido, que eu deveria me firmar em alguma coisa - eu já estou firmada em Jesus e o resto foi feito para ser variado e trocado. Dias atrás eu estava querendo me lembrar de todos os nomes que esse blog já carregou e me toquei que não lembro nem de cinco - isso porque o blog só tem um ano, duas semanas e um dia. No começo eu fiquei triste, arrependida por não ter anotado em algum rascunho velho, mas essa marola de mudança me disse que o que passou passou e o vento não carregou. Ainda tenho meus textos, mesmo que sem contexto  e é isso que vale. Acabei de me tocar que eu parei com a mania de mergulhar no passado, com essa coisa de ficar relendo e relendo postagens antigas. O que não quer dizer que eu nunca faço isso, até mesmo porque às vezes eu mesma preciso me ler e me ouvir - prova disso é que eu voltei a assinar as postagens com meu sobrenome, já que Maria Elis se foi. Fato é que estou chegando a conclusão de que somos uma nova pessoa a cada dia, mas falarei disso outro dia - sinto cheiro de uma nova teoria barata.

- a casa fica bem melhor assim.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

desejo.


.
Quando a música tocar, é com você que eu quero estar.

Complicado assim.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

entes.



.
A mente mente.
Mesmo que inconsciente, mente. 
Faz parte da gente.
É a nossa mente.


quinta-feira, 15 de setembro de 2011

daquelas teorias.



.
Quando resolvi me declarar para você eu não estava assinando um contrato de fidelidade - tipo esses que somos obrigados a aceitar quando fazemos um plano de celular - ou de exclusividade. A minha intenção era encarar os fatos e deixar você participar disso. Também nunca te cobrei uma via de mão dupla, até mesmo porque a minha vontade é ser uma via única com você - será que eu preciso ser tão brega-cafona assim?!
As pessoas dizem que o que eu sinto é só um fogo de palha, e se for?! Tem algum problema nisso?! Até onde eu sei, sou livre pra amar a minha maneira. Todos somos e não aproveitamos isso. E é aí que eu quero chegar.
Tem gente que culpa os filmes americanos e as novelas mexicanas, mas a culpa é de quem se deixa levar. Se ao invés de querer um romance semelhante - porque igual você NUNCA terá - ao do livro que você anda lendo, tu fosse criar o teu próprio, a sua vida seria mais salgada. Já chega de querer seguir os padrões, quebre as regras e monte as suas exceções. Não tenha vergonha de dizer que deixou o sentimento passar, porque nessa coisa de gostar não existe contrato. Sentimentos trocam de roupa, de usuários e ninguém deve se sentir culpado/a diante disso. 
Hoje eu gosto, mas não quer dizer que irei acordar amanhã vestindo o mesmo sentimento. Talvez amanhã eu só queira. Quem sabe depois de amanhã eu volte a só gostar. Provavelmente algum sentimento sempre haverá de existir, porque somos feitos disso: sentir e mentos.

(  ) li e não aceito os termos de condição.


quarta-feira, 14 de setembro de 2011

faixa 83.



.

- Eu tô apaixonada e topo o que der e vier

Contigo, com dois tigos,
Quantos tigos que quiser. ()



terça-feira, 13 de setembro de 2011

do lado de dentro.



.
Fall Out Boy. Roberto Carlos. Los Hermanos. Nina Simone. Muse. Brooke Fraser. Coldplay. Maroon 5. Casting Crowns. Jesus Culture. Lenine. Aline Barros. Exaltasamba. O Teatro Mágico. The Fray. Oficina G3. Taylor Swift. Jimmy Needham. Jeremy Camp. Rihanna. Jorge e Mateus. Raiz Coral. Maria Gadú. Bruno Mars. Passion. Rosa de Saron. Elis Regina. Tom Jobin. Marcelo Camelo. Little Joy. John Mayer. Charlie Brown Jr. Sandy e Junior. Justin Bieber. Laura Izibor. Switchfoot. Brendan James. Heitor Trevisan. City and Colour. Maria Rita. Adele. Marisa Monte. Ana Carolina. Seu Jorge. Luan Santana. Hillsong United. The Script. Adriana Calcanhoto. Claudinho e Bochecha. Tribalistas. Gabriel o Pensador. Marcelo D2. Fruto Sagrado. Jack Johnson. Kim Walker. Jota Quest. Skank. Fresno. Nx Zero. Restart. Detonaltas. Tiê. Chris Brown. Michael Jackson. PG. Train. P!nk. David Crowder Band. Colina de Malta. My Chemical Romance. Lil' Wayne. Beyoncé. Jonas Brothers. Lady Gaga. Katy Perry. Eminem. Nickelback. James Blunt. James Morrison. Jamestown Story. Pimentas do Reino. Jars Of Clay. Fernandinho. Zaz. Kings of Leon. Kelly Clarkson. Capital Inicial. Cazuza. Renato Russo. Paralamas do Sucesso. Titãs. Ivete Sangalo. Mallu Magalhães. Red Hot Chili Peppers. Kutless. Leoni. Miley Cyrus. Roberta Sá. Linkin Park. Isabella Taviani. Lifehouse. Frejat. Gavin DeGraw. Natiruts. Chimarruts. Destiny's Child. Quatro por Um. Third Day. Shawn McDonald. Gram. Snow Patrol. Leandro Leo. Britney Spears. Akon. Black Eyed Peas. Revelação. Jeito Moleque. Shakira. Pitty. Cássia Eller. Vanessa da Matta. CPM 22. Zeca Pagodinho. 30 Second To Mars. Creed. Catch Side. OneRepublic. Justin Timberlarke. 


segunda-feira, 12 de setembro de 2011

horta e lã.


.

"Saber que encontrou seu grande amor"


Em alguns meses - 27 pra ser mais exata - ele aprendeu a me conhecer de um jeito bem conhecido. É o único que consegue ler as entrelinhas dos meus posts, é o único que entende cada mudança que acontece no meu blog, entende o significado das frases soltas, sabe diferenciar um texto fictício do real, percebe como está o meu humor só pela música que eu tô ouvindo, diz as palavras certas nos momentos de necessidade, conhece os meus segredos e nunca me julga por nada.


"Tentando ser metade do inteiro que eu sinto"


Ele é a descrição do meu indefinido gosto musical. Com a gente não existe preconceito, usamos e aproveitamos todas as músicas existentes. Dançamos e cantamos sem vergonha ou pudorzinho. Uma mistura de liberdade com intimidade, que só a gente pra entender e compreender. 


"A fortuna que eu espero num arco-íris de cores"

Cheguei a conclusão de que possuímos um relacionamento completo: amizade; cumplicidade; afeto; admiração; orgulho; desejo; vontade; sonhos; conquistas; intimidade; ciúmes; DR's; música; segredos; mensagens; cartas; textos; montagens; presente; passado e futuro.

"Meu melhor amigo é o meu amor"


um dedo de prosa [46]



.
Ela: o que aconteceu?!
Ele: como assim?!
Ela: você tá frio comigo.
Ele: se quiser eu pego um agasalho.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

há caso.



.
O espaço entre eles desapareceu no momento em que ele a puxou pela cintura, fazendo assim ela o abraçar por cima. Nesse momento tudo vira detalhe - o sinal que troca de cor, a respiração ofegante, a escola de samba que rola dentro do pulmão, a tremedeira nas pernas, os galhos que balançam e a hora avançada. Daí o beijo que antes era só na bochecha passa a ser em outros lugares - ombros, mãos, pescoço e lábios. E a cada vez que ela fecha os olhos para relembrar os fatos, uma corrente elétrica corre o seu corpo.