quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

ato noventa sete




.
Sim, eu aceito.
Aceito dormir ao seu lado, lembrando que o canto sempre será meu! Aceito te olhar ao abrir os olhos, porque você disse que ama o despertar da minha juba. Aceito passear de mãos dadas contigo, até dentro do cinema ou de casa! Aceito dançar com você na chuva, porque você disse que cuidaria de mim se eu ficasse gripada. Aceito abaixar a guarda e deixar você conhecer meu lado frágil, sem orgulho ou vergonha. Aceito todos os seus abraços, mesmo se você estiver suado. Aceito a tarefa de ser dona de casa, desde que você fique com as responsabilidade culinárias. Aceito compartilhar os meus dias felizes contigo, porque sei que os seus também serão compartilhados comigo. Aceito as adversidades e os obstáculos que enfrentaremos, afinal quem é maior que o amor? Aceito você, melhor dizendo, eu aceito a gente!