quinta-feira, 24 de abril de 2014

até deixar de ser.




.
essa mania de querer que tudo dure pra sempre sempre tira a graça de alguns acontecimentos, e ainda traz de bônus uma bagagem de mão chamada: decepção.
 quando encontramos uma música que nos transporta para um mundo paralelo a gente não quer que ela chegue ao fim, colocamos no repete com a esperança de estender ao máximo nossa viagem. o mesmo acontece com os livros, a gente devora os primeiros capítulos e quando as últimas páginas se aproximam o coração já começa a sentir o vazio que a última palavra vai deixar. daí a gente volta e reler o livro tantas vezes ao ponto de decorarmos todas as frases. fazemos o mesmo com as roupas favoritas, os sapatos mais confortáveis, a bolsa que já contém tudo que precisamos, e tantas outras coisas. até ai tudo bem, tudo legal e aceitável. qual o problema em querer prolongar as coisas? realmente nenhum. 
a decepção vem quando tentamos fazer isso com nossos relacionamentos pessoais. conhecemos alguém e queremos que ela seja pra sempre. queremos um relacionamento perfeito, que se encaixe nos padrões fifa de felicidade. nos apaixonamos pelo conjunto de qualidades e defeitos rezando pra paixão nunca passar. queremos sentir os rins sorrirem todas vezes que o celular vibrar na madrugada com uma sms ou então nos surpreender com uma ligação matinal e não queremos isso por pouco tempo ou por quanto tempo durar. temos pressa em querer o pra sempre e esquecemos que ele é feito com momentos do hoje e não do amanhã. 

quarta-feira, 23 de abril de 2014

ato cem e nove.



.
não te defendo por achar que você seja inocente ou muito menos lhe tomo como culpado dessa organização bagunçada que sou nesses últimos dias. o nosso desencontro só aprimorou meu estado paralítico e nada mais. ele não foi a causa e muito menos a consequência de tal ato. reconheço seus defeitos e fico chocada por perceber que eles não abalam em nada minha estima por sua pessoa. há um tempo atrás eu criei a teoria de que é assim que deve ser, que a gente deve amar as qualidades e deixar os defeitos em segundo plano. o que me prende a você é a realização de um sonho, mas eu preciso me tocar e acordar que o sonho já virou dia. com a gente sempre foi tanto afeto e organização que quando nos vimos diante de um desvio a gente se assustou e se afastou. desculpa a falta de vírgulas ou pontos eu precisava ser direta e falar sem pausa pra não deixar a coragem escapulir junto com a expiração. escreverei pra você e sobre a gente até me esvaziar de todo sentimento, então senta que ainda há muita coisa pra vir. dias se passam e eu fico pensando que quando eu reler isso daqui uns anos eu irei só rir e dizer: - que tolinha. 

quarta-feira, 16 de abril de 2014

vem cá.



.
saudade não mata, faz viver! faz viver a pessoa amada dentro da gente, trazendo a memória e ao coração aquela vontade infinita de ficar juntos todos os segundos futuros. saudade é a semente que faz florescer o desejo de continuar o passeio com os dedos entrelaçados. saudade é aquela fonte que rega a esperança de que a solidão está com os dias contados. saudade é respirar fundo e sentir no ar o cheiro da pessoa desejada. saudade é o alicerce que não deixa a toalha cair. 

terça-feira, 15 de abril de 2014

:3



.
ter alguém,
pra se querer bem
e chamar de meu bem.!

quinta-feira, 3 de abril de 2014

frase. / vinte dois.



.
# há saudade, e ela abril.