terça-feira, 29 de julho de 2014

ato cem e dez.



.
minhas últimas paixões moram longe, tão longe que me fazem pensar que foi melhor assim. aprendi a cultivar saudade desde cedo e desde então minha plantação só faz aumentar a cada dia. não sei lidar com amores ou paixões que estejam há alguns minutos no busão ou bicicleta. passei tanto tempo ocultando meus sentimentos que às vezes penso que eles de fato não existem, quem é que sabe? eu confesso ter uma lista de preferências e a principal delas é: morar longe. fora do meu alcance, para evitar que de uma forma ou outra eu meta os pés pelas mãos. 
eu passei muito tempo gostando de mim que esqueci de como é gostar e cuidar do outro, pior do que isso é achar que ninguém nunca saberá gostar ou cuidar de mim como eu acho que mereço. mas o que eu mereço se nada tenho pra oferecer? relacionamentos precisam ser vias de mão dupla, mas a minha estrada tem sido cada dia mais uma via de mão única pra solidão. 

quinta-feira, 24 de julho de 2014

evidências.



.
a vida e a sua teoria de: vou arrumar outro pra te esquecer. isso acontece com móveis, eletrônicos, imóveis, automóveis e pessoas. estamos sempre substituindo as coisas e as pessoas na tentativa de sufocar o sentimento que cultivamos por ela. eu nunca acreditei nisso, talvez porque comigo isso nunca funcionou. 
você não gosta das coisas ou das pessoas da mesma maneira, logo um sentimento não é capaz de anular o outro. cada coisa ou pessoa te conquista por motivos e razões variadas. você pode deixar cair no esquecimento, tirar da evidência em sua vida e ainda sim ele vai viver eternamente nas sua memória - para servir de martírio nos sábados chuvosos. seu presente não deve ser usado pra apagar o passado, seja ele bom ou ruim. 

ih, sônia!



.
nas minhas noites de insônia eu fico a pensar que não estou só nesse bonde do vira pra cá, roda pra lá, tira o lençol do lugar e nada do sono chegar. meu sono vem divido em duas suaves prestações: junto com o sol e depois do almoço. quem foi que inventou que só podemos dormir na ausência do rei sol? a noite e principalmente a senhora madrugada são anfitriões de nossos melhores momentos. talvez pela ausência inibidora da platéia. não se preocupe com as olheiras, elas são charmosas. contemple os detalhes do teto, ouça uma música nova e escreva sobre.

quinta-feira, 10 de julho de 2014

can't stop.



.
meu amor,
meu amorzinho,
meu pedaço de bom caminho.

quarta-feira, 2 de julho de 2014

um brinde.



.
chegue mais perto, porque Dominguinhos te chama pra Rastapé trazendo sua Falamansa e seu Bicho de Pé (obeserve a rima). os Aviões do Forró e a Garota Safada te oferecem um Limão com Mel e sem essa de Mala 100 Alça, pois o Trio Nordestino quer te cantar: parabéns pra você, muitos xotes de vida e lugares pra conhecer! (♪)