quinta-feira, 11 de agosto de 2011

com e junto.


.
Demorei para perceber, mas percebi. Notei que eu não gosto de você ou de mim, gosto da gente. Da composição que somos quando estamos juntos, mesmo na distância - fisicamente falando. É isso o que me traz um sorriso ao amanhecer e uma esperança ao deitar. Não, você não é o dono dos meus pensamentos ou dos meus sentimentos, do mesmo jeito que eu não sou sua dona. Somos donos, juntos, tipo sócios. Com direito a cem porcento dos lucros, das despesas, dos investimentos e do amor. Que seja sempre assim, não quero que você receba só a metade das coisas e também não quero só uma parcela, quando juntos podemos ter tudo. Por que as pessoas ao invés de querer dividir as coisas, elas não somam ou multiplicam. Andar junto, viver junto, correr junto, sonhar junto e dormir junto. É quando o menos é mais e o mais nunca é demais. 


9 comentários:

renatocinema disse...

Lindo, poético.

Amei.

Thamires Figueiredo disse...

lindo e verdadeiro ._.

Tatiane Trajano disse...

simplesmente... lindo!
cheio de emoção e afeto.

Fil. disse...

Nossa. ISSO é amor.

Fil. disse...

ps: que foto é essa? omg, linda linda linda

Anônimo disse...

(:

Suzi disse...

a foto dos dois gatinhos combinou bastante com o texto.

Inercya disse...

"Da composição que somos quando estamos juntos" - own. Teus textos são tão inspiradores *-*

ah, também não pude deixar de notar a foto. fofíssima ^^

Caroline disse...

Tenho um texto tão parecido, embora o seu seja mais encantador.
Concordo com tudo.