sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

tá-lento.


.
Não sei o que o amanhã me trará ou levará de mim, a verdade é que isso pouco me importa. Porque, querendo ou não vai acontecer. Percebi que me desesperar pelo que virá ou irá é besteira. Só que mesmo assim, me preocupo. Não hoje, não agora e nem ontem. Quero só esperar acontecer, deixar o rio levar e a onda trazer. Sentar com uma xícara de café na mão esquerda e na direita o controle do som. Ouvir música alta até os tímpanos explodirem. Ter uma overdose de música, será que isso existe?! (Nem sei). Estou sem pressa de viver e apressada pra chegar em algum lugar. Tenho tantos planos, que acho que irei precisar de dois 2000iOnze. Exagero, preguiça e drama correm no meu sangue. Isso aqui nem serve como ato ou como teoria-barata, talvez isso aqui não seja nada. Só um ajuntamento de palavras e acentuações, ou nem isso. (Que Seja). Pois é, dezembro é sempre assim, essa melancolia misturada com ansiedade e arrependimento. Saudade do que passou e do que virá. Mas como eu disse no começo, o que virá e irá é da conta do de lá.

# a beleza se encontra nos ouvidos de quem é cego.

5 comentários:

renatocinema disse...

"a beleza se encontra nos ouvidos de quem é cego." você possui cada frase..........apaixonante.


Eu que sou ansioso e faço aniversário no último dia do ano o que faço com minha ansiedade?????

Tudo é feito na medida e na hora certa. Pensar antes é bobagem e faz sofrermos duas vezes.

Não esta lento......esta na medida certa para a curtição.

Kivia Nascentes disse...

tem um selo no meu blog pra você!

Monique disse...

o que é seu ninguem tirará. e uma hora virá!
Um beijo linda!

Marcelo R. Rezende disse...

Gata, eu super enfatizo isso sempre.
Não importa o que vem, o que aconteceu, as coisas acontecem inevitavelmente.

Beijo.

Caroline ; disse...

é dezembro é sempre assim, mas esse ano tem sido um pouco mais. ótimo texto :D