quarta-feira, 10 de setembro de 2014

do(lo)res.



.
mais um sofrimento que chega ao fim e junto com ele um relacionamento. eu gosto de sofrer, gosto de chegar ao fundo do poço e mergulhar na fossa. na vitrola só toca aquelas músicas que fazem o coração murchar feito rosa velha. releio mensagens, textos e analiso milimetricamente cada fota. stalkeio cada passo e cada postagem. levo o sofrimento a sério, valorizo cada minuto de dor e choro. deixo minha saúde se abalar, meu corpo queimar em febre e os hematomas se espalharem.
 assim foram minhas últimas semanas, na verdade foram meus últimos meses. o luto demorou mais do que o previsto, porque meu coração não estava acostumado a se apaixonar de verdade por uma pessoa só. e hoje isso acabou, porque a trilha sonora, as preocupações, os sonhos, os pensamentos e os objetivos trocaram de roupa.
recebi um conselho que dizia: mergulha na fossa, mas saia renovada. então ... eis-me aqui, novinha e quase em folha. 

2 comentários:

Rebeca C. Souza disse...

TOU EXATAMENTE ASSIM E TEMENDO NUNCA MAIS SER EU MESMA.

Renan Mendes disse...

Vai fundo. E volta.