terça-feira, 2 de setembro de 2014

ato qualquer.



.
tô passando por mais um daqueles momentos em que a vida se bagunça toda. e quando digo isso é porque foi tudo revirado e deixado de qualquer jeito. e como em todas as vezes eu me sento, na verdade eu me deito e fico só observando. porque sempre tem mais alguma coisa pra se soltar do teto e não quero nada caindo na minha cabeça. já me basta o coração que se encontra em farelos e o sangue ralo que me corre nas veias. a gente só repara o estrago quando ele já não cabe mais embaixo do tapete, quando o sorriso amarelo não aparece, quando qualquer motivo é o suficiente pra fazer os olhos lacrimejarem e quando não se tem motivos pra sair da cama. eu sei que é fase, eu sei que vou sobreviver, eu sei que tudo vai melhorar, eu sei ... mas às vezes eu esqueço, enlouqueço e não me reconheço. 

Um comentário:

Nati disse...

E quando a gente esquece que vai dar certo e não tem mais positividade pra continuar é a pior parte. Beijos