quarta-feira, 7 de agosto de 2013

capítulo um.



.
emília chegou na cidade com um pensamento diferente da grande maioria, ela não veio atrás de um emprego ou de uma faculdade. ela queria era fugir da realidade que existia dentro de sua casa, estava cansada de viver entre o fogo cruzado dos pais, não aguentava mais ter suas coisas reviradas por sua irmã mais velha e o ar puro estava lhe estragando os pulmões. emília não queria amor, não queria dinheiro e muito menos sossego. ela queria a poluição sonora da cidade, queria sentir as narinas arderem diante da fumaça que vazava dos canos de cada veículo que passava na avenida, ansiava pela loucura de passar um terço do dia dentro de um ônibus lotado, procurava pela correria do dia-a-dia que impede a qualquer um de notar a flor nova que brotou no jardim da praça. ela parecia louca, mas sabia bem o que queria e como queria. era seu primeiro dia na selva de concreto e com certeza não seria o último!

Nenhum comentário: