sábado, 3 de novembro de 2012

.
continuo seguindo com a minha máscara de mocinha apaixonada, daquelas que vivem suspirando amor e exalando paixão pelos poros. quando a verdade é que tô mais vazia de sentimentos do que um balão de ar. nenhuma moça gosta de ser conhecida como uma pessoa fria e claro que dessa regra eu não fujo pra ser exceção. deixei minhas paixões de lado faz tempo, mas nunca confessei isso publicamente, até mesmo porque seria uma contradição berrante diante de tudo que venho publicando. tô sempre trazendo estórias românticas, diálogos fofos e contos com metades felizes - porque até hoje nenhum conto conseguiu o seu final. fato é que nunca quis ser do time daqueles que dizem que amor virou conto de fadas, do tipo inexistente e impossível de acontecer. eu sinto amor e vivo amor, mas não como eu descrevo. meu amor é prático, direto e sem declarações. passei tanto tempo vivendo nessa ilusão que nesse mar eu não caio mais. o problema é que nem todos querem ou aceitam um amor assim. mesmo negando, todos queremos melações e apelidos com nome de comida. ainda consigo fazer carinho - sem modéstia nenhuma, digo e afirmo que sou dona do melhor-carinho-da-cidade! - e até gosto de fazer, mas não é toda hora e nem em qualquer lugar, existe tempo e lugar para tudo, por incrível que pareça, até pro carinho! sei que há alguém por aí que vai aceitar-me assim, prática. deixo minhas melações para meus textos. não quero relacionamento sério e muito menos doce. quero algo divertido, salgado e sem compromisso com compromisso. as pessoas pesam tanto as coisas, principalmente eu. valorizam coisas e rótulos que não possuem valor algum, eu também tô nesse balaio de gato. começo a dar razão para quem diz que a voz final é da razão. não se sente e depois pensa ou se pensa e depois sente, as duas coisas acontecem simultaneamente e somos nós quem dizemos quem deve ficar em silêncio.
é.

5 comentários:

Tracy Ellen disse...

tem dia que fica mais fácil, e tem minuto que torna sufocador, pois é chato saber dessas praticidades românticas,mas impossível não telas, beijos

renatocinema disse...

Arranque a máscara.......e apareça sumida. kkkk

Patriny Marcelle disse...

Sou uma garota muito melosa, muito mesmo. Já tentei mudar, ser mais prática como você disse, mas é difícil hein.
Beijos

Caroline disse...

Nunca te achei melosa, não sei por que, rs
Mas adoro seus textos assim, cheio de você limpa, claro e sem falsos enfeites. Tudo fica melhor desse jeito.

Inercya disse...

Abriu minha mente pra tantas coisas que ando pensando... é bom ser assim, prática!