domingo, 8 de janeiro de 2012

despertar a dor.



.
O tal dia chegou e para ela era apenas mais um dia qualquer. Ignorou todos os toques do despertador e continuou a dormir, sem nenhum peso na consciência. Até que alguém arromba a porta e abre as cortinas, sim era sua mãe. Estava num desespero incomum, parecia que a casa estava em chamas.
- TU PRETENDE DORMIR ATÉ QUE HORAS, PRINCESA?
- com você gritando assim, eu pretendo hibernar até o próximo outono.
- não vá me dizer que tu se esqueceu.
- é claro que não. do que você tá falando?!
- JESUS MARIA JOSÉ!
- amém! amém!
Ela se sentou na cama e ficou observando a mãe desarrumar todo o seu guarda-roupa. Não queria se levantar e nem se esforçava pra lembrar do que ela havia esquecido.
- VAI CONTINUAR AÍ?
- só pra constar: eu tô sonolenta, NÃO SURDA!
Foi nesse momento que a mãe lhe jogou um vestido na cara e ordenou que ela fosse se trocar. Sem nenhuma empolgação ela saiu da cama e caiu pra dentro do banheiro. Abriu o chuveiro e ficou olhando a água cair e esquentar. Antes de entrar embaixo d'água ela foi até o som, colocou no modo aleatório e apertou o play.
Quando a décima música estava começando a tocar, ela sentiu um arrepio lhe correr pelo corpo e então a ficha caiu.

7 comentários:

Nati disse...

Era o dia do seu casamento? Acho que não, porque não seria assim, ou seria? Que dia era? To curiosa e não entendi, mas achei lindo, tanto quantos as outros. Beijo

Henrique Miné disse...

eeeei, o que você aprontou, hein? :|

Henrique Miné disse...

e para de gritar que é muito feio! :b

Thamires Figueiredo disse...

Ela vai casar, pitchula?! Ain, que curiosidade kkkk

Beijos, amor s2

Caroline disse...

Espero continuação. Me deixou intrigada!

Isadora Peres disse...

Fico feliz em saber que não a única que pensou que a moça fosse se casar! hahahaha. E era, afinal?! Ai, continue logo, Fran! :P

Inercya disse...

Casamento, foi o que pensei também... Despertou a dor ou o amor (esquecido)?
;*