quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

rodo e pia.


.
O amor,
mesmo com a dor
não perde o sabor
e muito menos a cor.

O amor,
mesmo com o clima
não perde a rima
e muito menos o ímã.

O amor,
mesmo com o dia
não perde a harmonia
e muito menos a melodia.

6 comentários:

- berg dantas disse...

o amor,
mesmo com a saudade,
não perde a itensidade
e muito menos a vontade.

vontade de você, girassol. s2
divou nessa poesia! *-*

renatocinema disse...

Poeta.....vou publicar, com o devido crédito seu texto no meu facebook.....amei.

poeta.

Renan Mendes disse...

Não perde simplesmente por ser amor.

Caroline disse...

Aw, que delícia de rima, Fran!
Adorei :D

Inercya disse...

Awn, que doce! *-*

Henrique Miné disse...

quem dera se, além de tudo isso, ele fosse simples como essas deliciosas rimas.

beeeeeijos x)