sexta-feira, 24 de julho de 2015

navega dor.





.
daí então você pensa que conseguiu tudo. que o controle finalmente se encontra em suas mãos. a carreira profissional vai bem, o salário cai religiosamente na conta no final de cada mês. o coração se encontra preenchido com um relacionamento afetivo que tange a perfeição, tudo dentro das metas e objetivos. as contas estão dominadas e quitadas. sua casa se torna efetivamente o seu lar, mobiliado detalhadamente de acordo com as revistas de decoração. não há contradição, não há dúvidas de que a vida finalmente começou a te tratar como você (acha que) merece. o seu maior esforço é somente acordar, vestir a rotina e passar o dia. nenhum vento de eventualidade ... até que um furacão fora de escala te alcança e você começa a dar valor aquela velha e clichê frase que dizia: mar calmo nunca fez bom marinheiro.

Nenhum comentário: