sábado, 25 de janeiro de 2014

dividir o ócio.




.
o grande dia chegou e olívia ficou feliz em saber que grande maioria tinha aceitado o seu convite. não era uma cerimônia usual, algumas pessoas foram até de preto e com flores nas mãos. algumas outras até pensaram que era uma pegadinha. e todos se enganaram!
olívia estava com um grande sorriso nos lábios e otávio também sorria amarelo pra todos os que chegavam. fizeram tudo como ela havia planejado. chamaram o juiz, encomendaram bolo e rolou até lembrancinha. 
ela usava o mesmo vestido que havia usado no primeiro encontro deles e ele estava com o terno usado no dia do casamento no cartório, sempre foi um homem formal.
chegou a hora dos des-votos e novamente ela emocionou a todos, mas o troféu da noite foi de otávio. ele que quase nunca aparecia, pois o brilho radiante dela sempre o deixou na sombra. algumas pessoas nem sabiam que ele tinha um lado divertido, pois estava sempre concentrado nas palavras que saíam da boca de sua amada. como ela mesma havia dito em seu des-votos: 'otávio foi um marido espetacular e é por isso que o coloco novamente na prateleira da vida, pois outra mulhere precisa ser amada e respeitada como eu fui durante esses doces treze anos. quero que o brilho dele invada outra alma, como fez comigo, pois todos acham que esse brilho que irradio é todo meu, mas confesso que é só um reflexo'. 
boquiabertos os convidados não sabiam se era permitido aplaudir após o brinde, então todos escolheram virar a taça e esperar a música começar a tocar.
chegou a hora de assinar os documentos e otávio surpreendeu a todos quando declarou: 'minha passarinha, agora que eu tô solteiro e você também, tu aceita sair comigo?'

2 comentários:

Nati disse...

Recomeçar com o mesmo amor é válido, vai que dessa vez dá certo? Até porque a esperança é a última que morre. Beijos

Inercya disse...

Que divertido! Um contra-casamento, pessoas de preto, des-votos... E porque não ficarem juntos se estão solteiros? :3