segunda-feira, 2 de setembro de 2013

complica e dados.



.
evitar o amor por medo de se machucar é tão eficaz quando morrer de fome por medo de sair na rua pra comprar pão. temos como base de que o que nos causa dor/sofrimento é o outro e não a gente. nos esquecemos que somos nós quem alimentamos as expectativas e estamos sempre tentando converter o outro aos nossos padrões. nos frustamos com nós mesmos e ainda sim jogamos a culpa no outro por não aceitar ou realizar todas as nossas vontades. quando cansamos de colocar a culpa no parceiro, a gente culpa a mídia, dizendo que ela nos engana e nos ilude com suas reportagens. a culpa é sua, é nossa e é minha. o amor não dói, não faz sofrer e muito menos fode com a gente - tô me cansando de ler isso por aí. se você amou alguém e tá sofrendo, a culpa é toda sua. não por ter amado ou se entregado pra alguém, a culpa é sua por achar que aquilo deveria durar pra sempre e não fazer nada para que isso realmente acontecesse. eu sei, às vezes, não depende só da gente, a outra pessoa também tem o direito de não aceitar e você não pode fazer nada a respeito, na verdade você pode sim, deixar o seu amor trocar de roupa, sentar no banco e ir procurar viver amor com outro ser, porque não há pecado nisso, somos livres para amarmos quantas vezes o nosso coração quiser. 
sim, amor dura pra sempre e quem foi que disse que os relacionamentos seguem a mesma receita?


Um comentário:

renatocinema disse...

Nossa.......que lindo e verdadeiro.

adorei.

beijos