sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

sim pá tia.



.
nunca sei dizer a respeito do que eu escrevo, porque eu nunca sei a respeito do que estou falando. começo contos que nunca irei terminar, porque todos são baseado em fatos reais da minha imaginação. quando os fatos acabam, o conto se vai com ele. minhas prosas são frutos de diálogos que eu tenho comigo ou com algum bofe brega. faixa de música, será que preciso justificá-las? minhas teorias baratas são provenientes da minha falta de experiência. não se engane, minhas frases só são frases porque eu não consigo dar seguimento ao pensamento. meus atos são aleatórios, assim como eu - mas eu posso garantir que de um jeito bem estranho eles estão em ordem, só não sei se é crescente. fato é que tudo aqui é particular, apesar dos disfarces. 
há coisas que não mudam, tipo a minha inconstância nos templantes e nomes por aqui. hoje tá um lindo dia para eu ficar aqui escrevendo ou fingindo que estou, mas minha mudança grita pelo meu nome. sim, lá vou eu novamente preparar um novo apartamento pra chamar de lar, lá vou eu tentar conhecer vizinhos novos - nem que seja nos encontros casuais que rola na portaria -, lá vou eu mudar o lado de fora, já que do lado de dentro as coisas começam a se renovar.
e qual era mesmo o assunto que eu vim tratar? alguém se importa?

8 comentários:

Renan Mendes disse...

MEU DEUS FUI EU QUE ESCREVI ESSE TEXTO

Nati disse...

O assunto em questão é tu, a tua mudança, do começo até não sei mais quando... Beijos

gabriela m. disse...

CALADO RENAN, FUI EU QUEM ESCREVEU ESSE TEXTO!!


<33

Você é um amor na sua inconstância!
;*

Camila disse...

Ninguém se importa, queremos belas palavras..

Carolina Rosseto disse...

Como é bom ler por aqui! sua inconstância é incrivelmente contada, nas melhores palavras.
Desejo que o novo lar dure mais tempo! ;)

Carolina Rosseto disse...

Bom, meu blog tá de cara nova e você é uma das indicações de Blog, afinal, venho sempre aqui.
Dá uma passada lá. ;)
http://ummundodentrodomeu.blogspot.com.br
Beeeijos.

Stéphanie disse...

Nossa, quem nunca, né? Você subjetiva e inconscientemente conseguiu me descrever tanta coisa!
Fazia um tempo que não aparecia por aqui, né? haha
Não esqueça do meu cantinho também ;*

Thamires Figueiredo disse...

Não importa, o que importa aqui é você, dona Simpatia! *-*
txâmo s2