quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012



.
foi por saber que não duraria para sempre que ela aceitou, não que ela fosse do tipo que fugia do compromisso, esse era o jeito dela e fim. aceitou de coração e alma aberta, ignorou todas as feridas e espantou todos os fantasmas! não arrumou bagunça e nem separou um lugar especial, queria que tudo fosse acontecendo no seu natural. recusou todo e qualquer conselho, àquele era o seu momento e de mais ninguém. em vez de ter um sorriso estampado, ela derramava lágrimas! lágrimas doces, que faziam seus olhos brilharem. lágrimas que demonstravam satisfação e realização. sabia que não iria durar para sempre, fazia questão de sempre se lembrar disso e por nunca se esquecer é que nunca acabou!


5 comentários:

Isadora Peres disse...

"Pois, é"... Também me pego nessa de deixar tudo acontecer. E às vezes só por isso esqueço de que preciso tomar as rédeas da minha vida, de mim, de meus sentimentos. Para poder tudo voltar da onde nunca deveria ter saído. Por mais que a vida tenha que caminhar sozinha, nós devemos guiar o caminho para onde ela tem que seguir...

Beijos, Fran.

Marcelo R. Rezende disse...

As questões sobre um relacionamento ou não durar são várias, amas acho que a mais importante é a convivência. Depois de dar de cara na poeira algumas vezes, a gente aprende que amor é essencial, mas é o que menos importa pra duas pessoas ficarem juntas,

Um beijo.

Caroline disse...

Ah que bonito, Fran (peguei a mania da Isa de te chamar de Fran). Que final bonito!
E seu blog tá tão lindo, adorei!

Gislãne Gonçalves disse...

Olá,
O blog “Vê se ri um pouco” entrará de recesso ate dia 31 de março, mas vc terá a oportunidade de publicar um texto SEU no meu blog, passa lá e dê uma olhada na última postagem, intitulada “Participem!!!”, pois lá estão as explicações de como ter o seu texto no Vê se ri um pouco, tanto no blog quanto no Face!

Beijos
Até mais

Nati disse...

Sem muitos planos tudo dá certo. Beijo