quarta-feira, 5 de outubro de 2011

ato oitenta um.



.
Ontem, eu dei um chute na boca-do-estômago do senhor orgulho. Resolvi abaixar a guarda e tentar consertar algumas coisas do passado.
 As pessoas dizem que o passado deve ficar para trás, mas tem coisas do presente - e até do futuro - que dependem de um passado bem resolvido. Não podemos ignorar alguns fatos, alguns relacionamentos e nem mesmo alguns desentendimentos. 
É claro que custa caro revirar nossas vergonhas, dói ao tocar nas nossas  feridas, é assustador reanimar alguns fantasmas e o pior de tudo: reconhecer nossas fraquezas e mazelas. Precisa-se de força de vontade, necessita-se de coragem e requer muita MUITA humildade. Porque não é brinquedo não. 
Ainda não venci essa guerra que se encontra travada dentro de mim, ainda tenho muito o que fazer, muitas coisas a dizer e mais ainda pra fazer. Como diria meu querido Marinho da Vila: É devagar! É devagar! É devagar, é devagar. Devagarinho

# um passo de cada vez e logo estaremos na metade do caminho.

5 comentários:

Nati disse...

Resolvi esquecer o meu passado de vez para só assim tocar a minha vida em frente e parar de sofrer, evito ter contato com tudo e todos que me fazem lembrar o passado. E como diz o velho ditado que quem vive de passado é museu e eu não sou um, larguei de mão o passado e to fixada só no presente, porque do futuro eu nem quero saber.

renatocinema disse...

É melhor por ação do que por inanição.

Lute contra tudo o que te faz mal, mesmo que seja devagar, devagarinho.

Luna Sanchez disse...

Adoro iniciativas nesse sentido : desarmar-se pra enxergar as coisas com nitidez.

Gostei imenso do texto.

=*

Marcelo R. Rezende disse...

Tão bom quando a gente, ao menos, baixa a guarda e se dá a oportunidade de tentar mais uma vez.

Beijo, bela!

Isadora Peres disse...

Isso aí, minha Fran linda! Nada melhor do que nos exorcisarmos. É complicado? Claro, mas quando algo nessa vida é simples?! Acho que a unica coisa que devemos fazer é nos sentirmos leves e prontos para encarar tudo que há de bom e novo, sem aquela sombra obscura do passado nos aterrorizando... Como voce disse, algumas coisas não podem ser ignoradas. Então que sejamos fortes, criemos vergonha nessa cara, e vamos provar que melhoramos em relação do que éramos! Afinal, não é para isso que o passado serve?! :)

Beijos! Adoro seus atos!