quinta-feira, 28 de julho de 2011

rascunho.

.
Sou do tipo covarde, que sempre precisa de afastar do problema para conseguir resolvê-lo. Seja na matemática ou seja na vida. As coisas vão apertando de tal jeito, vão acontecendo numa velocidade absurda e quando dou por mim já estou isolada num canto. Daí, tudo a minha volta reflete o meu estado, principalmente o blog. Tem gente que pensa que as trocas de layout e nome são só fogo no rabo, mas eu te garanto que não. O blog é só o reflexo de mim, um reflexo embaçado e inventado por mim.
Talvez o meu luto tenha começado quando eu voltei da minha fuga, mas eu resolvi trocar de roupa assim mesmo. 
A vida sem problemas não teria graça. As dificuldades são todas bem vindas e as guerras são como cereja do bolo-da-vida. Tudo nessa vida tem um fim ou um intervalo, seja para coisas boas ou para coisas ruins. 


Nenhum comentário: