quarta-feira, 30 de março de 2011

destino otário.

.
Desde que aprendi a juntar as sílabas e formar frases, gosto de escrever cartas/cartões/bilhetes/lembretes/e-coisas-do-tipo. Gosto também de desenhar junto com as palavras, apesar de só fazer bonecos-palitos e borboletas. E o melhor é juntar tudo e oferecer pra alguém, mesmo que esse alguém seja um anônimo na sua vida.
Tempos atrás, eu escrevi em alguns post-it e sai colando pelo meu trajeto até o ponto de ônibus. Se algum teve um destinatário ou se algum foi guardado, eu não sei. Mas, não fiz esperando recompensa ou agradecimento, porque não coloquei meu cpf e muito menos o meu username de twitter.
Hoje, eu resolvi rabiscar a porta do coletivo onde eu estava, aos olhos de alguns isso é vandalismo e crime, aos meus olhos isso é só uma forma de fazer alguém sorrir, mesmo que seja por pensar que eu sou uma sem-o-que-fazer-que-rabisca-a-porta-do-coletivo.
Acho que todos os meus amigos já receberam ou vão receber um papel rabiscado por mim. Um deles inclusive carrega um lembrete meu na carteira e a outra leva uma carta dentro da agenda. Gosto disso, gosto de ser lembrada e gosto de lembrar de alguém. Escrever pensando em alguém e mesmo que esse alguém não saiba.
Tenho o costume de dizer que as melhores cartas são as que nunca serão entregues e reafirmo isso. São em cartas assim que nós abrimos o coração de verdade, que confessamos os nossos desejos e jogamos para o vento o nosso real sentimento com relação àquele relacionamento. O que não quer dizer que as cartas que enviamos/entregamos sejam falsas ou forjadas, mas nelas as verdades são melhores elaboradas.
Você já experimentou mandar uma carta sem fazer um rascunho antes?! Já provou do gosto de guardar em um papel um sentimento e confiar esse papel a outro ser humano?!
Dedique um tempo do seu tempo pra alguém, nem que seja pra desenhar um sol num formato de um ovo ou então uma estrada sem chão. 

# Forme palavras e as junte com verbos.

7 comentários:

renatocinema disse...

Até hoje tenho num pedaço velho de papel a canção que meu melhor amigo fez para nossa amizade........rascunho? sentimento puro. amizade sincera que já fez mais de 25 anos.

Thamires Figueiredo disse...

' Eu não te conheço e de cara eu te digo qe o qe mais me admira em você é o motivo desse post: o gostar de escrever. Eu sou apaixonada pelos sentimentos qe suas palavras conseguem me passar e até confesso qe se fosse o caso, guardaria muito bem guardado nem qe fosse um bilhetinho seu, porque eu adoro isso também, afinal, quem me conheçe sabe. Parabéns de novo, mais uma vez e quantas vezes forem precisas. Você tem o dom! :))

Caroline ; disse...

cara, sou toda cheia de fazer isso tb ... rabisos, cartas, palavras. Muito eu.
Adorei!

Isadora Peres disse...

Nunca faço rascunhos para as cartas. rs. E quando erro faço brincadeiras na própria carta. Sempre considerei minhas cartas muito reais. Pois me entrego nelas, assim como em qualquer outro meio que eu escrevo. Sempre as loto de desenhos, bobices, gracinhas. Enfim, hahaha.
Ai, Fran, ameeei tua ideia do post-it! Awm! Morro de vontade de fazer um, mas a preguiça me contamina. Sem falar que aqui é cidade pequena e tals. Mas vou tentar! hahaha.
Mas minha vontade mesmo é de pichar. hahaha. Juro. Pichar uma parede bem visivel com uma frase bem feliz. Daquelas que a gente vê no weheartit. hahaha! Um dia ainda faço!

Beijos, flor! Você é um encanto <3

p.s.: fiquei com vontade de ter algo escrito por você!

Dani Ferreira disse...

Li esse texto ontem, fui estudar e fiquei de voltar para comentar, mas acabei esquecendo rs.
Achei lindo , lindo. A coisa do post-it. Achei fantástico. Vez ou outra me dá essa vontade. Eu adoro rabiscar também. Guardo algumas cartas que não mandei, já joguei fora rascunhos das que escrevi (coisa que me arrependo, porque sempre tenho vontade de ler de novo o que tava escrito). Pra ser sincera, nunca entreguei uma carta sem rascunho antes. Até me deu vontade. Mas não terei chances de entregar, de qualquer forma :B TEXTO LINDO :D
Bgs e bom final de semana :*

Fil. disse...

Aii tenho várias cartinhas guardadas e tb tenho muitas minhas por aí.

Sou desses também rs
Escrever aos outros <3
É tudo de mais valioso e querido que eu tenho, tudo entrega pura minha.

*-*

bjos, queridjeenha!

Inercya disse...

Awn, que saudade eu estava de suas palavras *-*
Eu nunca cheguei a escrever e não entregar, mas já experimentei enviar uma carta sem rascunhos. Para tão mais verdadeira, pois com o rascunho, a gente sempre acaba tirando alguma palavra, ou até mesmo uma frase.

Te admiro cada vez mais, Fran.
um beijo :*