sábado, 19 de março de 2011

ato quarenta nove.



.
Até ontem, você dominava meus pensamentos, reinava nos meus sonhos e era minha única fonte de inspiração para escrever textos românticos (bregas).

Que alguma coisa mudou eu já percebi, agora o que foi?!

Tá, eu não vou negar que você ainda me faz sentir suspiros e meu corpo só de lembrar da sua existência se arrepia. Você ainda mexe e remexe comigo - tenho uma leve certeza de que isso vai sempre acontecer. 

Talvez eu esteja afim de outra pessoa, ou não. Talvez você esteja afim de outra pessoa, ou não. Talvez estejamos um afim do outro, ou não. Talvez eu já nem sei mais o que pensar ou que dizer. 

Acho que encontrei meu equilíbrio, sei que ele não vai durar muito e que corro o risco de perdê-lo antes mesmo de publicar essas palavras, fazer o que?!

Confesso, ainda te uso pra acelerar meus batimentos cardíacos e criar fantasias antes de dormir, espero que isso não te incomode. Não sou de ferro, gosto de sentir a adrenalina correr nas minhas veias, nada e nem ninguém faz isso melhor que você.

Não pense que isso é um adeus ou intervalo. Ainda teremos vários futuros textos, mesmo que não sejam endereçados com seu endereço. Você é e sempre será o fundo real das minhas brincadeiras de romance.

# blogueira não pára, blogueira dá um tempo.

Nenhum comentário: