segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

vice e versa.



.
Sei lá, mas quando eu conheço alguém ou passo a cobiçá-lo pra mim, eu quero ter só pra mim e fim. O problema é que, ambos corações já estão usados, sujos e bagunçados. Com conteúdos de um passado distante ou recente. É impossível negar o sentimento que chegou antes da gente ou do outro. Não é justo culpar a outra pessoa por ela ouvir uma música ou comer um doce e lembrar de um alguém que não é a gente. Ninguém tem o direito de cobrar exclusividade, já que não somos os primeiros a desbravar a selva daquele coração ou daquela alma. 
Não se entristeça ou pense que tu será só mais um/a na vida de tal pessoa. Com certeza você vai deixar suas pegadas nessa tal selva e até quem sabe marcar algumas árvores. Cabe a você e só a você fazer isso. Tanto para as coisas boas  como para as ruins, faz parte do pacote. Não é aceitável passar pela vida de alguém e não deixar um rastro, nem que seja de um perfume barato. E menos aceitável ainda é não permitir que outro/a nos marque.

# se perder pra se encontrar.


8 comentários:

Caroline ; disse...

eu também acredito que seja assim, deixar ou não rastros na vida do outro é responsabilidade nossa e fim, não podemos criticá-los por pensar no outro se não chegamos primeiro ...

Lúu Almeida disse...

É tão bom tudo isso. Faz a gente crescer, ser grande. Dói um pouquinho, mas passa e repassa.
Boa semana!

Flores!

Renata Cundari disse...

seus textos sempre me fazem bem e me transmitem algum aprendizado. este com certeza é mais um belo texto ♥

Isadora Peres disse...

Awwwm, Fran e seus textos lindos!
Menina, tudo que você reflete aqui é a mais pura verdade. As pessoas são acúmulos, de sentimentos, de ações, de tristezas, de marcas, de tudo! Não pudemos culpar o outro por ter o acúmulos, pois nós temos também. E, afinal, não seríamos nada sem ele.

Você me faz refletir tanto, Fran! Te agradeço!

Beijos, flor <3

Inercya disse...

É meio que impossível não deixar rastros, nem que sejam os mínimos possíveis. Sempre vai haver alguma lembrança.
Lindo texto, Fran !
;*

Dani Ferreira disse...

A, muita verdade isso. " É impossível negar o sentimento que chegou antes da gente ou do outro." Impossível mesmo. Não dá pra mudar o que aconteceu antes na vida de alguém. Não dá pra excluir as pessoas que vieram antes de nós. E também, seria injusto né.
Mas eu me pergunto se eu deixei algum rastro na vida de alguém , hm. Parece tão impossível ...
Bgs, bgs ;*

Renan Mendes disse...

# se perder pra se encontrar é necessário.

Lane SoL disse...

minha nossa... tudo que eu precisava ouvir, pois aeh nesse sistema solar insólito de reamar estou.
A gente as vezes anda calejado.. e não quer que ninguém nos invada outra vez.. mas acho que é sempre uma oportunidade de reavaliar as coisas.. aprender. Sejamos, contudo, sempre responsáveis.. Adorei teu blog...

não sei se te ofereço minhas Contas Verbais ou te convido ao Evas.. seja de que forma for, portas sempre abertas!