quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

ato trinta seis.


.
Acho que ao invés de uma declaração amorosa, irei fazer um agradecimento. Irei agradecer-te por ter despertado em mim esse sentimento bom e divertido, que me deixa segura e com as pernas bambas. Que me proporciona sonhos maravilhosos e um sorriso verdadeiro. Obrigada por me aceitar do jeito que sou, por não sugerir mudanças na roupa ou no caráter. Sou grata pelos bons dias que tenho vivido e pelos que já vivi desde que te conheci. Há tempos eu não sabia o que era sentir isso, essa mistura de insanidade com saudade. Essa junção de liberdade com vontade. O sabor de querer e poder ter. Não me importo com a duração, e sim com o coração. As coisas aconteceram de um jeito tão exato que eu nem estou com medo, o medo de que a gente não fique junto ou que tudo seja passageiro. Não me importo se no final eu irei chorar e lamentar. Quero sentir isso, quero aproveitar ao máximo e ultrapassar os limites. Sem pressa, cobrança ou obrigação. Só aconteceu. Só apareceu. Só se fez. Agora entendo o motivo de sorrir sozinha, agora sei porque tudo me lembra você, agora faz sentido aquela dor no lado esquerdo do peito, agora posso ver claramente. Obrigada por me mostrar que posso sentir algo, que meu coração ainda funciona. Agradecida sou só por você existir e mais agradecida sou por você fazer parte da minha vida, por me deixar participar da sua. Se esse é o primeiro passo eu não sei, mas quero dar outros tantos em sua companhia. Obrigada.

# agradecida mente.

11 comentários:

Natália disse...

E tudo isso é mutuo? Beijo

Camila Fontenele disse...

agradecer, não só cobrar!

Beijo ;*

Tati disse...

A coisa mais linda que eu poderia ler hoje. Agradecer faz bem para alma, reconhecer o que nos foi presenteado, nos foi atingido de forma positiva, nos foi feito sentir.
Então, Obrigada por me proporcionar ler algo tão bonito.
Beijo grande!

Marcelo R. Rezende disse...

Agradecer é a melhor declaração, sempre.

Circus disse...

"Há tempos eu não sabia o que era sentir isso, essa mistura de insanidade com saudade." - ai, invejei um pouquinho :( faz tempos que não sinto isso também, sabe. Vida cruel.

B. S. disse...

Pois é a vida só é boa quando se tem amor *-*
muito lindo seu texto (: se tiver tempo, da uma olhada no meu blog, bj :* http://soenchendoederramando.blogspot.com/

dear sarah disse...

Agradecer é importante, super importante.
Você é especial por saber reconhecer tanta coisa que fez por você!

viva bem! suldades.

Fil. disse...

obrigado por me fazer crer que ainda há amor sincero, livre.

Verdadeira mente.

' Berg Dantas (: disse...

arrasou franzita...
#ciúmes

acho engraçado como você consegue atrair minha atenção com um texto. preciso dizer novamente que você escreve muito bem e só me conquista mais?! então tá.

VOCÊ É INCRÍVEL!
adorei. (:

Inercya disse...

Foi uma declaração agradecimento. Em cada letra, cada palavra, até nos espaços, encontrei amor. Faço das palavras de Marcelo R. Rezende as minhas: "Agradecer é a melhor declaração, sempre." (Y)
Que texto, hein? Você cada vez mais me surpreende.
;**

Luiza disse...

Descobri um amor assim a pouco tempo...rs..depois de quase 20 anos de convivência, descobri que podia ter essa liberdade e disprendimento. Curtir o momento sem os excessos de ciúmes e a possessividade que tanto atrapalham os relacionamentos.
Lindo post!!
Um beijo em seu coração.