sexta-feira, 26 de novembro de 2010

ato trinta dois.



.

Quem olha pensa que te conheci ontem ou que tudo é recente, pois dizem que o tempo destrói as coisas e as jogam na rotina. Ainda bem que não é nosso caso, pois já somos a junção de seis anos. Eu sei, é necessário lembrar que ficamos quatro anos sem notícias um do outro, mas ainda sim eu me lembrava de você constantemente. Por isso acredito que a saudade é a memória do coração, porque saudade é coisa que sempre senti de você. Desde abril voltamos a ficar próximos um do outro e nem por isso as coisas mudaram. Pode parecer engraçado ou exagerado, mas até hoje eu sinto minhas pernas tremerem quando você se aproxima, minhas mãos e meus dedos não conseguem ficar estabilizados, meu estômago se contrai e eu começo a rir. Não, nenhum desses sintomas querem dizer que estou insegura, até mesmo porque com você eu me sinto completamente segura. Quando você disse que eu deveria ser grata ao destino por ter nos unido novamente, eu comecei a pensar que de fato tenho muito o que agradecer. Eu sempre precisei de alguém como você ao meu lado, pra me dizer que tudo ficará bem e que eu não preciso me preocupar com a opinião das pessoas - lembrando que você sempre diz pra eu mandá-las tomar-no-cu. Seu jeito meio revoltado de ser, me faz uma pessoa mais comportada. Já estou acostumada com a sua presença, só quero deixar os sintomas de lado.

- assistir a você, é a única droga que preciso.

10 comentários:

- JÉSSICA LOUREIRO; disse...

"Seu jeito meio revoltado de ser, me faz uma pessoa mais comportada." Isso é completamente perfeito. E a frase final, " assistir a você, é a única droga que preciso " Dá pra praticamente ver o texto todo só nessa frase.
Então, eu não tenho comentado pois não tenho tido palavras para fazê-lo mas pode deixar que tenho lido todinhos tá? Beijos Beijos ♥

Monique disse...

*-* Seu texto me fez sorrir,rs.
é tão bom ter alguém né ?

Betina. disse...

Lindo *.*
beijobeijo

Renan Mendes disse...

Eu quero alguém assim =x

gabs. disse...

eu te amo, viu?
pelo que você, pelo que você escreve.
"eu queria que alguém me amasse por algo que eu escrevi" Caio f, eu acho.

é assim, de mim para você.

Tem selo :*

renatocinema disse...

"pois dizem que o tempo destrói as coisas". Destrói quem realmente não conhece o significado da palavra AMOR. bjs

renatocinema disse...

Eu perdoo você não gostar de "Natureza Selvagem". Mas, entendo que cada filme precisa ser visto no dia certo. Num dia inspirada e aberta tente rever o filme. Escutando a trilha sonora baixinha no fundo da sala. Você vai rever o filme com outros olhos.kkk

Isadora Peres disse...

Awm! Que post lindo, Fran! Esse seu amor, ai, me faz sorrir *-*

E siga a dica do moço de cima, Natureza Selvagem é liiiindo! *-*

Beijos, haha

Caroline ; disse...

uso as palavras da Isa linda pra comentar. Muito lindo esse post *-* e siga a dica do moço e da isa e minha, NATUREZA SELVAGEM é lindo *-*

Paulo disse...

Lindo, realmente muito bem escrito.
http://www.monsterbox.com.br