sábado, 2 de outubro de 2010

Cotidiano.


.
Aproveitando a minha fase de construção, venho aqui compartilhar mais uma teoria barata ou talvez seja só uma conclusão que eu cheguei enquanto conversava com o Jota - sim, ele teve participações mais do que especiais em tudo o que irei dizer - no msn.
Uma vez, um amigo me disse que o amor que ele sentia por mim tinha sido soterrado pelas coisas que aconteceram entre a gente. Desde então, vejo cada relacionamento como uma construção, alguns são tão grandes que viram palácios - com direito a muito ouro (amor) e um jardim (carinho) -, alguns são simples, como casebres - apesar do tamanho, são aconchegante (sinceros) -, alguns crescem tanto que se tornam um verdadeiro edifício - cada andar traz uma história (alegria) e uma lembrança (música) -, e por aí vai. 
Como todos sabem, no começo tudo é muito bom e tudo é muito lindo, só que o dia-a-dia vem, o sol (discussão) aparece forte e a chuva (mágoa) cai. Ou seja, os defeitos vão aparecendo, são aqueles que só percebemos com a convivência. Nossa primeira ideia (nada) brilhante é de tentar dar um jeito, passar uma argamassa ou então um reboco por cima - leia-se tapar o sol com a peneira -, fazemos vista grossa. Afinal de contas, construir algo - com alguém - não é nada fácil e não acontece da noite pro dia, né?!
Não julgo quem joga nesse time, porque eu jogava/jogo nele também.
Só que, a partir de hoje, vou deixar tudo desabar. sim, quero ver tudo no chão, quebrado e despedaçado. jogarei o que não presta fora, deixarei a poeira abaixar e quem sabe tentar construir algo novo com o mesmo alguém. Começar de novo é necessário, começar de novo com o mesmo alguém é benção.

# quem não tem razão, fica com a emoção.

4 comentários:

Jee Mars disse...

como eu te disse no msn, às vezes é preciso deixar a casa cair para construi-la novamente, do que reparar as rachaduras que sempre ficam imperfeitas.

Camila Mancio. disse...

Preciso aprender a beleza do cotidiano.

Natália disse...

Perfeito. O pior que é uma construção que temos que cuidar, um jardim imenso que temos que regar... Dá muito trabalho, por isso que hoje não tenho mais nenhuma construção. Beijo

Unknown Man disse...

Não entendo muito dessas engenharias, mas talvez o rapaz acima tenha razao, não compensa reparar estruturas completamente abaladas.