domingo, 24 de outubro de 2010

ato vinte.


.
Sou carente de atenção, desprovida de emoção e não sei fazer rima. Tô experimentando começar um texto sem assunto e ouvindo repetidamente uma mesma música. Jogando palavras e tentando conjugar os verbos no tempo correto. Sempre fui péssima em geografia e nunca consegui entender a biologia, daí sempre me joguei nos números. Me esquecendo que a vida é feita de letras e composta de orações. Busco sempre pelas coisas obvias e não enxergo o que tá embaixo do meu nariz. Quando não quero conversa, caminho sem óculos e coloco a música no volume máximo. Prefiro passar um dia na cama do que na rua, me tornei a pessoa mais bicho-do-mato que conheço. Pago de compreensiva e tô sempre de 'mimimi'. Não falo de política e nem tenho time de futebol favorito. Minha inocência é totalmente dependente do horário ou do estado de humor. Nunca fui constante, principalmente se o assunto for cor ou música. Nunca deixo uma playlist correr, sempre repito alguma música, pulo outra e adianto. Sem a menor intenção acabei falando de mim, assunto que eu mais gosto e sempre fujo. Deixo todos me olharem por dentro, mas não são todos que conseguem enxergar além das aparências ou gostos musicais. Respondo pergunta com pergunta e dou respostas curtas e generalizadas. Estou aqui pensando em como terminar tudo isso, acho que um ponto é suficiente.

# abra os braços, que aí vou eu.


8 comentários:

' Berg Dantas (: disse...

COMO EU AMO VOCÊ, DONA MOÇA. *-*

"Nunca deixo uma playlist correr, sempre repito alguma música, pulo outra e adianto." hueehua...
somos dois, beibe.
seu jeito de escrever, me fascina.

dúvida.: qual sua cor favorita no momento?!
beeijas. ♥

renatocinema disse...

A vida é assim.....Abs. kkkk.

dear sarah disse...

aposto que com tudo isso ainda continua sendo uma pessoa linda.

circus disse...

Auto biografia em cima do morro: rola ou não rola?

A melhor forma de olhar pra dentro de nós é fazer de conta que o céu chama mais a atenção. Caramba... eu amo seus textos!

Paulo disse...

Perfeito, texto perfeito. E olha, me identifiquei demais. :)

http://www.monsterbox.com.br

Kivia Nascentes disse...

Ah, as vezes eu sou exatamente assim, palavra por palavra.

beijos.

Monique disse...

É sempre bom te conhecer melhooor.. (:
Um beijo, linda!

Tônio disse...

qual era a música?